A Farsa do Mestre Pathelin

a-farsa-do-mestre-pathelin (2)
"Estou apaixonada pelo texto. Irei fazer a Guilhermina no Teatro Municipal de Cabo Frio e estou feliz demais!!!"Cláudia MuryVeja todos os depoimento >

Todos os depoimentos (4)

  1. "

    O teatro encanta……..”A Farsa do Mestre Pathelin” é o verdadeiro espetáculo……Parabéns ao grupo ……….

    "
    Regina Silva
  2. "

    Obrigada pelo carinho Regina!

    "
    dionisosteatro
  3. "

    Estou apaixonada pelo texto. Irei fazer a Guilhermina no Teatro Municipal de Cabo Frio e estou feliz demais!!!

    "
    Cláudia Mury
  4. "

    legal

    "
    LO

Deixe seu depoimento

Sinopse

“A Farsa do Mestre Pathelin” conta a história de um advogado espertalhão que em momento de crise econômica, para vestir a si próprio e a sua mulher, resolve aplicar um golpe em um comerciante de tecidos tão esperto quanto ele. Inspirado na fábula A Raposa e o Corvo e através de elogios e artimanhas, envolve o comerciante em sua trama.

A peça traz à tona conflitos que desde sempre afligem a humanidade: a falta de dinheiro, a luta pela sobrevivência, a ética, a trapaça e a busca pela justiça.

Estreia em junho de 2002.


Ficha técnica

Direção: Silvestre Ferreira

Elenco: Andréia Malena Rocha – Pathelin; Clarice Steil Siewert – Guilhermina, Teobaldo; Eduardo Campos – Guilherme; e Hélio Muniz / Vinícius Ferreira – Juiz
Cenário: O Grupo, com realização de Lucas David
Figurinos e Maquiagem: Lucas David
Trilha Sonora: Guilhermo Santiago
Produção: Silvestre Ferreira
Assistência de Direção e pesquisa: Hélio Muniz
Fotógrafo: Luis Carlos Hille

Duração: 60 min


Histórico e Premiações

  • 2012 | 2012 – Participação no Circuito Cultural SESI – SP com nove apresentações no Estado de São Paulo.
  • 2011 | Abertura da 2a edição do Abril pra Cena - Festival de Teatro de Registro – SP.
  • 2010 | Participação no Festival Aldeia Palco Giratório do SESC – Florianópolis/SC
  • 2007 | 7º Festival de Teatro de Campo Mourão no Paraná onde ganhou o Prêmio Especial de Júri para Melhor Maquiagem
  • 2007 | Festival de Teatro Isnard Azevedo em Florianópolis/SC
  • 2007 | II Mostra de Teatro de Rua da Grande Florianópolis/SC
  • 2006 | - II Festival de Teatro de Rua “Stenio Garcia” em Espera Feliz-MG no qual recebeu premiações para Melhor atriz, Melhor atriz coadjuvante, e Melhor ator coadjuvante
  • 2006 | II Bienal SESC de Teatro de Rua e Teatro de Animação em Lages-SC
  • 2006 | Reabertura do Galpão de Teatro da Cidadela Cultural Antarctica em Joinville/SC.
  • 2006 | e 2007 - Festival de Teatro de Curitiba – Mostra Fringe.
  • 2004 | Espetáculo convidado para a reinauguração do Cine-Teatro X de Novembro em São Francisco do Sul
  • 2003 | Festival Catarinense de Teatro em Criciúma/SC
  • 2002 | CENA 2 - Mostra da Associação Joinvilense de Teatro

Sobre o Espetáculo

“A Farsa do Mestre Pathelin” estreou em junho de 2002 no Teatro Juarez Machado em Joinville. Trata-se de uma peça que iniciou no palco a italiana e que no ano de 2006 teve sua adaptação para a rua.

A farsa é um gênero teatral popular que faz o público rir. Para isto utiliza-se de recursos que cada montagem pode usar de acordo com a experiência e a verve do grupo e de seus participantes: personagens típicas, máscaras grotescas, truques de clown, mímicas, caretas, cacos, trocadilhos, todo um grosseiro cômico de situações, gestos e palavras, num tom muitas vezes copiosamente escatológico e obsceno. A alegria e o movimento carregam tudo, e esta força e rapidez conferem à farsa uma capacidade de mexer com os poderes, morais ou políticos, os tabus sexuais, o racionalismo e as regras da tragédia.
Misturando deliberadamente várias influências do teatro popular, como o circo, a commedia dell`arte, o teatro de rua e lançando mão de poucos recursos materiais, a montagem aposta na experiência e na comicidade do ator para suscitar no público o riso franco.
Através do movimento, gesto largo, histriônico e malicioso os atores propõem um jogo em que personagens e público se envolvem em um ritual de comicidade e festa.