Amor por Anexins

amor-por-anexins (3)
"eu adorei muto quando eu vi eu quero ve de novo um dia"leticia fernanda piskeVeja todos os depoimento >

Todos os depoimentos (8)

  1. "

    Olá
    Quero deixar aqui meus parabens pela excelente apresentação, tds aqui do sesi cruzeiro ficamos encantados.Belissimo trabalho. que vcs continuem brilhando. Sucesso
    Abraços
    Carla Tavares

    "
    carla
  2. "

    Olá! Queridos e queridas!!! Parabéns pelo trabalho! Tive a oportunidade de estar presente na apresentação da peça “Amor por Anexins” na cidade de Aguas de São Pedro. O jeito gostoso que vcs deram em dar vida a nossa cultura encantou ao publico! Fomos seduzidos pelos personagens! Mais uma vez parabéns e sucesso sempre a todos/as!!!
    Sou de Birigui/SP e também gostaria de saber se vamos ser contemplados em assistir novamente vcs na unidade do Sesi Local!
    Abraços!
    Giovani Machado

    "
    Giovani Machado
  3. "

    PARABÉNS!!!!!!!!!!!!!!!!
    Quero agradecer a oportunidade de assistir a apresentação de vcs em Tietê. Achei tudo fantástico: o texto, os figurinos,a interpretação.Aguardamos vcs em novembro.Um abraço a todos.

    "
    Analia Lobato
  4. "

    OLÁ , ESTAVA EU PASSANDO PELA PRAÇA NA MINHA CIDADE , EM CRUZEIRO DIA 23/08 . E TIVE O IMENSO PRAZER DE VER UMA PEÇA DE VOCÊS, AMEI , RI MUITO , GANHEI O MEU DIA !!!!!
    PARABÉNS A TODOS VOCÊS !!!!

    "
    LUCIENE
  5. "

    Muito obrigado Luciene. Ficamos muito felizes com a apresentação em Cruzeiro, todas as pessoas que encontramos na cidade foram extremamente prestativas com o nosso grupo. Esperamos voltar logo! Um abraço de todo o povo da Dionisos.

    "
    dionisosteatro
  6. "

    “NOSSA ESTAVA PASSEANDO PELA PRAÇA DA MINHA CIDADE DE CAPIVARI DIA 16/09 , E TIVE A HONRA DE ASSISTIR UMA PEÇA SUAS SIMPLESMENTE LINDO MUITO PERFEITO AMEIIII….. A PEÇA ERA MUITO LINDA PARABÉNS ADOREIII O GRUPO MUITO BOM MESMO ……… ♥ “

    "
    Júlia
  7. "

    Adquirir conhecimento através de uma peça de Teatro ou

    de um bom espetáculo enriquece nossa alma.

    "
    Nilzo Martins
  8. "

    eu adorei muto quando eu vi eu quero ve de novo um dia

    "
    leticia fernanda piske

Deixe seu depoimento

Sinopse

O personagem Isaías, um velho de aparências não muito interessantes, tenta conquistar uma bela e interesseira viúva. Tudo seria normal se não fosse o vício de Isaías de falar quase que o tempo inteiro através de anexins, ou seja, ditados populares.

Sobre o Autor e o Texto:

 Arthur Azevedo foi um grande aquarelista das coisas do seu tempo e, entre 1878 e 1906, um dos autores teatrais mais festejados e encenados no país, graças à sua criatividade e irreverência nos famosos Teatros de Revista. Nesses teatros eram apresentados os entremezes. Um entremez era uma pequena peça que se apresentava na frente da cortina dos Teatros de Revista durante as demoradas trocas de cenário. Amor por Anexins é um desses entremezes.

A escolha do texto se deu tanto pelo motivo de ser uma dramaturgia bem elaborada como pela sua temática, na qual o folclore dos ditos populares aparece de maneira criativa, no eterno vício de Isaías de falar por anexins ou ditos populares.

Estreia em 1997 e  foi remontada em 2008.


Ficha técnica

Autor: Arthur Azevedo

Direção: Silvestre Ferreira

Elenco: Clarice Steil Siewert, Eduardo Campos, Andréia Malena Rocha e Vinícius Ferreira

Músicos: Andréia Malena Rocha e Vinícius Ferreira

Trilha Sonora: Andréia Malena Rocha e Vinícius Ferreira

Trilha Sonora (Primeira Etapa): Guilhermo Santiago

Letras: Arthur Azevedo

Figurinos: Lucas David

Maquiagem: O grupo

Cenografia: O grupo

Cenotécnica: Marcelo de Mello

Material Gráfico: Ismael Ramos Jr

 

Duração: 50 minutos


Histórico e Premiações

  • 2014 | Circulação nas cidades de Pomerode, Concórdia, Ponta Grossa e União da Vitória pelo Projeto Teatro para Todos os Gostos pelo prêmio Myrian Muniz da FUNARTE – Ministério da Cultura.
  • 2013 | Participação no 17o. Festival Catarinense de Teatro em Chapecó – SC.
  • 2013 | Participação na 2a. Mostra Nossa de Teatro em Rio Negrinho - SC.
  • 2012 | Participação no 40o. FENATA em Ponta Grossa – PR.
  • 2012 | Participação no Circuito Cultural SESI - SP com dezessete apresentações no Estado de São Paulo.
  • 2012 | Participação no Festival de Inverno de Brusque.
  • 2012 | Participação no XIII Festival Nacional de Teatro de Guaçuí – ES. Prêmio de MELHOR ATRIZ DE TEATRO DE RUA para Clarice Steil Siewert e indicações para: Melhor Espetáculo de Rua, Figurino (Lucas David), Trilha Sonora (Andréia Malena Rocha e Vinícius Ferreira) e Melhor Atriz Coadjuvante (Andréia Malena Rocha).
  • 2011 | Circulação no projeto “Oficinas de Teatro e Arte Educação nos CATs" do SESI-SP com mais de 40 apresentações pelo Estado de São Paulo.
  • 2011 | – FESTARA – Festival de Teatro de Araçatuba/SP
  • 2010 | 17º Floripa Teatro – Festival de Teatro Isnard Azevedo em Florianópolis – SC
  • 2010 | Circulação pelos Museus de Joinville através do Prêmio Funarte Artes Cênicas na Rua
  • 2009 | 33º FESTE – Festival de Teatro de Pindamonhangaba onde recebeu os prêmios de Melhor Ator (Eduardo Campos); Melhor Trilha Sonora (Andréia Malena Rocha e Vinícius Ferreira)
  • 2009 | Festival de Teatro de Curitiba – Mostra Fringe
  • 2007 | III FESTIVAL DE TEATRO DE RUA “Stênio Garcia” em Espera Feliz/MG onde recebeu os prêmios de Melhor Atriz (Clarice Steil Siewert), Melhor Ator (Eduardo Campos), Melhor Espetáculo e indicação para Melhor Direção (Silvestre Ferreira).

Sobre o Espetáculo

O espetáculo Amor por Anexins de Arthur Azevedo estreou em 1997, ano de fundação da Dionisos Teatro. Nessa primeira montagem, o espetáculo fez uma carreira de mais de 70 apresentações por Joinville e região, marcado pela atuação de Cleber Barat e Claudiane de Carvalho, indicada para melhor atriz no Festival Catarinense de Concórdia. A trilha sonora foi especialmente composta por Guilhermo Santiago e se constituiu em importante elemento para a linguagem e desenvolvimento do espetáculo.

Em 2005, houve uma mudança no elenco e entraram os atores Clarice Steil Siewert e Eduardo Campos. Depois de algumas apresentações em teatros e espaços alternativos, a peça foi também para a rua.

Em 2008, centenário de morte de Arthur Azevedo, o espetáculo foi remontado. Os figurinos criados por Ana Lúcia Rocha foram recriados por Lucas David. A trilha sonora, que na primeira montagem foi concebida por Guillhermo Santiago, foi recriada por Andréia Malena Rocha e Vinicius Ferreira. Estas mudanças se deram pela nova concepção da montagem que inclui música ao vivo e se dá num universo de carnaval antigo. Esta nova concepção deu mais leveza e um caráter mais popular à montagem.